#PoesiaImersa: Natal

Nascer.

Crescer.

Morrer.

Vive-se nas entrelinhas.

Vive-se na descoberta.

Renasce.

Floresce na magnitude de um entre:

o nascer e o morrer.

Posted In

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s